RSS

Arquivo mensal: maio 2011

Quero ser um cristão DIFERENTE.

Quero ser um cristão diferente. Não quero ser conhecido apenas como alguém que “não bebe, não fuma e não joga”. Isso é muito pouco. A “geração saúde”, que freqüenta as academias e come comida natural, não bebe e não fuma, e nem por isso podem ser chamados de cristãos.
Também não me contento em ser chamado de cristão por ter um modo diferente de me vestir. Durante muito tempo, no Brasil, a diferença que os cristãos queriam mostrar era que eles se vestiam de uma maneira “esquisita”, e isso acabou tornando-se motivo de chacota e que em nada engrandecia o Reino. Com certeza, usar uma roupa fora de moda, não faz de ninguém um cristão.
Também não me satisfaço com o modelo “gospel” de cristão que há hoje em dia. Broche de Jesus, caneta de Jesus, meias de Jesus. Sabe-se lá onde isso vai chegar. Tem muita gente ganhando rios de dinheiro com esses “cosméticos” para o cristão moderno. A grife “JESUS” tem vendido muito. Mas não adianta. Usar toda a parafernália do marketing “gospel” não faz de ninguém um cristão.
Pensei comigo: a moçada evangélica hoje está toda na Internet. E saí à busca de salas de bate-papo de evangélicos. Confesso que tentei inúmeras vezes, mas não consegui. Adentrava-me por assuntos importantes e profundos da vida cristã e as respostas eram chavões o tempo todo. Não se pensa, cria ou reflete, só se repete chavão do tipo “glóooooria”, “Ta amarrado”, “É tremendooo”, etc. Definitivamente, repetir chavões a todo o momento não faz de ninguém um cristão.
Quero ser um cristão diferente. Que não seja alienado da vida e de seus acontecimentos. Que saiba discutir e entender as questões existenciais, como a dor, a miséria, a sexualidade, a paixão, o amor. Quero ser um cristão que não vive acuado, com medo de tudo, vendo o diabo em toda à parte e querendo amarrá-lo a todo o momento. Jesus Cristo o derrotou na cruz, ele é um derrotado, e eu não preciso ficar me preocupando com ele 24 horas por dia.

Quero ser um cristão que saiba falar de tudo e não apenas de religião, e que tenha, em todas as áreas, discernimento e sabedoria. Quero ser um cristão que não tenha uma atitude conformista diante do mundo, do tipo: “Ah, Deus quis assim…”, mas que eu seja um agente de transformação nas mãos de Deus.
Que a minha diferença não esteja na roupa, mas na essência: coração bom, olhos bons.
Quero ser um cristão que cria os filhos com liberdade, apenas corrigindo-lhes, para que cresçam e desabrochem toda a criatividade que Deus lhes deu. Quero ser um cristão que vive bem com o seu próximo. Quero ser reconhecido como um cristão pelo que eu “sou” e não por aquilo que “não faço”. Quero ser um cristão simpático aos outros, agradável, piedoso, que se entristece com a dor do próximo, mas também se alegra com o seu sucesso (já reparou que as pessoas se solidarizam com nossas derrotas, mas poucos manifestam alegria quando vencemos?).

Não quero ter de falar a todo o momento que sou cristão, para que outros saibam, mas quero viver de tal modo que outros percebam Cristo em mim.

Autor desconhecido.

Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. João 4:23

 
4 Comentários

Publicado por em 31/05/2011 em Conteúdo.

 

A linguagem do desespero por salvação.

Deus tem me ensinado a não ficar quieta. A não me basear em estilos, formas, bases. Ele tem me ensinado que Ele pode me usar quando Ele quiser, na hora e do jeito que Ele quiser. O único motivo da minha vida e se for, da minha morte, é Cristo. E o único motivo pelo qual ainda estou viva é pra te mostrar esse Cristo.

Esse testemunho é lindo demais. Eu chorei, muito, rs. Coloquei esse vídeo porque foi nele que eu desabei, mas quando você tiver oportunidade, olha desde o primeiro. Vale a pena.

“A sua linguagem missiológica eficaz é a linguagem da unidade, a linguagem do desespero por salvação, a linguagem de não ter sua vida por preciosa, mas o evangelho por precioso. A sua linguagem correta é a que Deus quiser usar na hora certa, no tempo certo. Não existe uma fórmula, não existe um jargão, existe uma paixão avassaladora, desesperadora, que te consome de dentro pra fora, de forma pra dentro, e que te faz um semelhante a Cristo todo tempo.” Fernanda Brum

“E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.” Marcos 16:15

“Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união.

É como o óleo precioso sobre a cabeça, que desce sobre a barba, a barba de Arão, e que desce à orla das suas vestes.

Como o orvalho de Hermom, e como o que desce sobre os montes de Sião, porque ali o SENHOR ordena a bênção e a vida para sempre.” Salmos 133:1-3

 
Deixe um comentário

Publicado por em 16/05/2011 em Conteúdo.

 

“Um evento em três noites.”

                    É necessário que ele cresça e que eu diminua. João 3:30

   OUSE viver PEPE.

Você está convocado!

 
Deixe um comentário

Publicado por em 15/05/2011 em Conteúdo.

 

O Seu eu.

A vida cristã é diferente, mais difícil e mais fácil. Cristo diz: “Dê-me tudo. Eu não quero um tanto do seu tempo, tanto do seu dinheiro, tanto do seu trabalho. Quero você. Eu não vim para atormentar o seu ego natural,mas para matá-lo. Meias medidas não trazem nenhum bem. Eu não quero podar um galho aqui e outro ali, mas quero derrubar a árvore inteira. Entregue todo o seu ego natural, todos os desejos que você julga inocentes, bem como os que você julga iníquos – todo o seu ser.
Eu lhe darei um novo eu. Na verdade eu lhe darei o meu próprio eu; a minha vontade se tornará a sua vontade”.

C. S. Lewis

Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim. Gálatas 2:20

 
1 comentário

Publicado por em 09/05/2011 em Conteúdo.

 

Zezinho e seu esquilo.

Conta-se a história de Zezinho, – é verídico, só mudei o nome da pessoa – que através do Justin Bieber e seu hamster, aprendeu uma lição de vida – literalmente.

Zezinho ouviu uma vez Justin Bieber declarando que uma das piores situações de sua vida foi quando seu hamster morreu – acreditem. Na hora Zezinho deeeeeeu risada, e nem deu tanta importância a isso. Só não passou pela sua cabeça que um dia ele se lembraria desse fato e passaria a tratá-lo com mais respeito.

Ele tinha um esquilo, chamado Jerbes. E adoraaaaaava esse esquilo, ensinava até truques à ele, e se encantava admirando seu bichinho. E depois de cinco meses, seu querido esquilo Jerbes…  morreu :[

Segundo Zezinho, Jerbes não recebia a atenção que deveria. Com o passar do tempo, a euforia de ter um animalzinho de estimação foi se perdendo. Ele começou a deixar seu esquilo de lado, não dando mais tanta atenção como antes. Zezinho até começou a perceber que ele estava ficando doentinho, mas não fazia nada em relação a isso.

Ahhhhhhh como Zezinho ficou triste. E chorava, chorava.. chorava. Assim como você um dia, quando criança, chorou muito, achou que seu mundo acabaria, porque seu cachorro, aquele seu companheiro para o dia todo morreu. Assim como aquele menininho que “chorou litros” quando seu irmãozinho matou a formiguinha: “que dó, que dó, que dó, que dó, que dó..” Mas Zezinho tirou dessa experiência uma lição. Lição de vida, como eu falei no início.

E assim como ele mesmo disse:

“Essa perda me fez pensar no que eu tenho feito ao meu próximo, o cuidado que tenho tido com ele, o quanto eu tenho deixado o meu eu falar mais alto. Tenho dedicado quase nada do meu tempo a outras pessoas, e fico sempre pedindo a Deus por pessoas verdadeiras, coisa que infelizmente não tenho sido.” Quantos esquilos ou hamsters deixaremos morrer?

Quanto tempo você tem dedicado a pessoas que precisam de atenção? Aquelas pessoas que ainda não conhecem o Deus que você conhece, a alegria que você vive nem a paz que você sente. Quantas vezes você vê que as pessoas a sua volta estão doentes, elas tem sede e fome de algo que não sabem o que é, você sabe do que elas precisam, e você tem o que precisam, mas não faz nada a respeito.

   “Se eu disser que um homem mau vai morrer, mas você não avisar para que mude o seu modo de agir e assim salve a sua vida, aí ele morrerá, sendo ainda pecador. Nesse caso, eu considerarei você como responsável pela morte dele.” Ezequiel 33:8.

Isso não é brincadeira! Se você conhece a Verdade, vê alguém em pecado e não faz nada a respeito, a responsabilidade é toda sua!

Começa a pensar melhor no que você tem feito da vida. Em que você dedica mais tempo, em pessoas ou em coisas? Em aparências ou em corações? Em conversas fúteis ou lágrimas sinceras?

Não espere perder alguém pra ver que Deus através de você poderia ter mudado o destino de alguém. E não estamos falando de qualquer coisa, estamos falando de céu e inferno. Duas coisas totalmente distintas ligadas a uma escolha.

Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Mateus 28:19

 
1 comentário

Publicado por em 06/05/2011 em Conteúdo.

 
 
%d blogueiros gostam disto: